Hoje vou compartilhar com vocês o método SMART. Uma ferramenta criada originalmente pelo pai da administração moderna, Peter Drucker. O nome do método é um anagrama de palavras em inglês que definem os cinco conceitos que o formam: Específica, Mensurável, Atingível, Relevante e Tempo.

Vamos à prática?

S – Específica:

A meta que você deseja é específica?

A meta contém detalhes? Por exemplo, se sua meta é emagrecer, quantos quilos você pretende pesar? Fará uma dieta ou exercício físico? Se for comprar um carro, imagine qual marca, com ar-condicionado ou sem?Modelo? Seja específico.

M- Mensurável:

Você consegue medir?

Metas devem ser mensuráveis. Vale repetir a famosa frase: “Você não pode gerenciar o que não pode medir.” Qualquer objetivo que não possa ser transformado claramente em um número permite a manipulação e interpretação para que os interessados o considerem atingido ou não. Sendo assim, quantos quilos você pretender emagrecer? Quanto você gastará para trocar o carro?

A- Atingível:

É possível?

Os objetivos sempre devem ser agressivos, mas nunca impossível. Defina metas alcançáveis. Não é nada positivo definir objetivos que não poderão ser obtidos no período. Esta atitude só causará frustração e desânimo.

Por exemplo, se sua meta for comprar um carro , o seu primeiro carro, uma Ferrari seria praticamente impossível para a maioria, não é mesmo?

R- Relevante:

Causará uma mudança positiva em sua vida?

Uma meta deve estar alinhada ao caráter pessoal da pessoa envolvida. As chances de uma meta Relevante ser alcançada são muito mais altas. Quando for estabelecer uma meta pense se terá orgulho e felicidade ao contar à sua família e amigos quando realizá-la. Caso a resposta seja sim, pode ter certeza que a meta é relevante. Portanto, gaste seu tempo, força e dinheiro naquilo que realmente seja importante para você.

Exemplo: “Quero aumentar minha renda em 40% nos próximos seis meses para comprar minha casa própria de R$ 300.000,00.”

Obs.: Algumas bibliografias abordam o R de SMART como Realista, ao invés de Relevante. Particularmente prefiro a corrente de pensamento onde o R é de Relevante, pois considero que o fator “Realista” de uma meta já se encaixa no “Atingível”. 

T- Tempo:

Defina dia, mês, ano e prazo para a realização de suas metas.

Toda meta inteligente deve ter um prazo para ser alcançada. O tempo é um fator decisivo para que você consiga ou não atingir a meta.

Por exemplo, se quiser emagrecer 10 Kg em um ou dois meses provavelmente não vai conseguir, pois o prazo é muito curto, o que torna o sacrifício pessoal enorme. Assim como se quiser emagrecer os mesmos 10 Kg em dois anos também não irá conseguir, pois o prazo muito longo vai desmotivá-lo.

Acertar o tempo de uma meta não é das tarefas mais simples, mas com certeza é muito recompensador.

Você tem que ter em mente que todos esses conceitos estão intimamente ligados. Não adianta apenas especificar a meta e definir o tempo, por exemplo. É necessário que todos eles sejam aplicados.

Gostou da ferramenta, mas não sabe como definir uma meta?

Não perca o próximo post…

Excelente Semana!